Blackberry Storm, iphone version: As brincadeiras de photoshop de rapazes da Vodafone

Alguem na Vodafone muito entusiamado com o anuncio do novo Blackeberry da RIM resolve transferir com um editor de imagens, screenshot’s do Iphone e inseri-los no Blackberry Storm e postar como noticia. Descoberta a borrada ainda resolverem esconder o erro, mas o pessoal do engadget foi mais rapido e consegui buscar provas do erro.

E nao é bonito ele?

Fonte: Zdnet

Anúncios

Senha de proteção do iPhone pode ser driblada facilmente

Um problema sério de segurança foi descoberto no telefone celular da Apple, o iPhone, que permite a qualquer usuário acessar informações contidas em um aparelho bloqueado por senha.

O site Gizmodo afirmou que a falha existente no firmware 2.0.2 permite que apenas clicando no botão de chamadas de emergência, seguindo por um duplo clique no botão Home, faz com que qualquer informação armazenada no aparelho possa ser acessada.

Por definição, os Favoritos do aparelho são acessados sem restrições, um recurso desejável, que permite ligações emergenciais rápidas. Entretanto, por uma falha na implementação, a revogação de restrições acaba sendo estendida para dados que deveriam continuar em sigilo.

Isso porque uma vez nos Favoritos, é possível navegar para a agenda de endereços, para o teclado de discagem e para o voice mail. A partir da agenda, ao clicar em um endereço de email de um contato qualquer, a aplicação de mensagens é aberta expondo todas as correspondências recebidas e enviadas. O problema existe também a partir de endereços web, que permitem abrir o Safari, ou mensagens de texto.

O problema foi comentado no fórum dedicado a produtos da Apple, MacRumours e enquanto não tem solução oficial.

A brecha pode, entretanto, ser remediada paliativamente. O Gizmodo explica que basta acessar o menu Settings e clicar em General e depois no botão Home. Clicando em Home ou iPod nessa tela, a função de chamada rápida será bloqueada e o botão Home levará novamente à tela inicial do portátil, que estará bloqueada. Isso protege o iPhone de acesso não-autorizado – mas o usuário perde justamente a função de discagem de emergência, que estará também bloqueada.

Fonte: Yahoo

iPhone é lançado na Índia sem a euforia do Ocidente

O imensamente popular iPhone 3G da Apple foi lançado nesta sexta-feira na Índia, mas o preço de 700 dólares pelo qual será vendido lá não permitiu a histeria em massa que marcou o lançamento do aparelho nos Estados Unidos, na Europa e em partes da Ásia no mês passado.

A cerca de três vezes o preço de varejo praticado nos Estados Unidos e custando duas vezes mais que o salário médio de executivos de escalão intermediário na Índia, o aparelho talvez ainda encontre compradores entre os profissionais liberais urbanos e afluentes, que vêm adquirindo produtos de marcas conhecidas e bens de luxo e ajudando a alimentar a economia trilionária desse gigante asiático.

O lançamento na capital indiana aconteceu à meia-noite, e atraiu uma pequena mas entusiástica multidão à loja da Vodafone Essar, uma das duas distribuidoras de varejo do aparelho no país, em Connaught Place, parte do distrito comercial de Nova Delhi.

Em Jaipur, capital do Rajastão, um Estado desértico, o marajá local foi visto esperando na fila para comprar o aparelho à meia-noite.

A televisão local mostrou consumidores trocando empurrões para ver melhor o aparelho em um shopping center em Gurgaon, no subúrbio da capital, enquanto varejistas publicavam anúncio sobre o iPhone nas primeiras páginas de alguns dos maiores jornais indianos.

Fonte: yahoo

GPhone. Dizem… Nem encosta no Iphone

As ultimas fofocas no vale de Silicio dizem que podemos estar brevemente em aguardo dum telefone com sistema operacional Android da Google, segundo o Slashdot a gigante T-Mobile será a primeira a disponibilizar telefones com o mesmo, mas dizem as primeiras analises (e parece existir um video no Youtube com alguma coisa) que a interface do mesmo está longe da belezura do momento do “panzer” Steve Jobs, o IPhone.

Novo iPhone da Apple é sucesso na Ásia e Europa

LONDRES/WELLINGTON (Reuters) – O novo iPhone da Apple fez sua muito aguardada estréia na sexta-feira, e os compradores invadiram lojas na Ásia e formaram longas filas em cidades européias.

As vendas do aparelho, que combina um player de música e vídeo, um celular e acesso à Web, começaram na Nova Zelândia, onde um estudante de 22 anos foi o primeiro a comprar.

“Vou carregar o aparelho, brincar um pouco com ele e depois vou dormir muito”, disse Jonny Gladwell, que agüentou uma fila em temperatura gélida por cerca de 60 horas para ser a primeira pessoa do mundo a adquirir o novo iPhone, um minuto depois da meia-noite desta sexta-feira.

Guardas usando coletes, capacetes e espingardas protegiam os 500 aparelhos à venda em Hong Kong, cidade que viu tumultos em lançamentos anteriores de produtos importantes.

A Softbank, que vende o iPhone no Japão, disse que havia mais de 1.500 pessoas em fila diante de sua maior loja em Tóquio. Policiais gritavam tentando abrir espaço.

Em Londres, uma fila diante da maior loja da O2, subsidiária da Telefónica, dobrava a esquina.

“Nós encomendamos muitos aparelhos. Vimos a demanda da primeira vez, mas estamos realmente surpresos com a procura que temos agora. Acho que ela não tem precedentes”, disse Steve Alder, diretor do iPhone na O2 britânica.

“Teremos estoques chegando a cada semana… Estou confiante em que, pelo final do verão, todo mundo que quiser um aparelho poderá tê-lo”, ele disse.

As ações da Apple subiram em quase quatro por cento ao longo da semana em antecipação ao lançamento da sexta-feira, que cobre 21 países.

Com seu mais recente aparelho, a Apple, criadora do computador Macintosh e do iPod, espera aproveitar a demanda florescente pelos celulares inteligentes, área que fabricantes como a sul-coreana Samsung Electronics, a taiuanesa HTC e a finlandesa Nokia estão lutando por dominar.

Fonte:yahoo

Nova pérola: Novo iPhone, o telefone multifuncional da Apple, deve chegar a Angola em Julho

Existem coisas que as vezes nao vale a pena as repetir, sao ditas e ninguem as ouve. Já comentei que ninguem, mas absolutamente ninguem provou que representa o Iphone em Angola. Vale a pena aqui repetir que uma coisa é representar alguns produtos da Apple outra é representar um produto da Apple como Iphone que é vendido com exclusividade junto a operadoras de telefonia. É assim em todo mundo, nos EUA, na Alemanha, Canadá etc, e tanto quanto eu sei, nem UNITEL, nem Movicel alguma vez veicularam que tinham um acordo com a Apple para comercializa-lo. Representantes da Apple existem em todo mundo, Brasil por exemplo tem muitos, mas mesmo naquele mercado gigante nenhuma operadora ATÉ AGORA, vendeu oficialmente qualquer Iphone.

O que acontece é que há uma noticia veiculada pelo Jornal de Angola que cita uma suposta ‘fonte’ (nao sabemos se foi o empregado de limpeza) da Novacel como dando como certa a presença deste aparelho ao proximo mês em Angola. Quem leu a noticia impressa até quase que caía no conto já que até mesmo fotos com responsaveis da referida empresa e um suposto representante da Apple foram introduzidas lá, mas na verdade foi uma noticia baseada em tantas outras ja divulgadas em canais como Reuters e ‘cozinhada’ a boa funjada do xaxo Angolano.

O Mais engraçado é que consultando a lista dos países aonde será lançado o novo Iphone nao consta o nome de Angola, entao isto vem mais uma vez provar que a Novacel nao possui créditos para se afirmar como representante deste referido produto que muito dificilmente será comercializado ‘oficialmente’ nos proximos anos em Angola, um mercado voltado a telefonia de baixo custo e com poder de compra baixissimo. Paises Africanos como Botswana, Madagascar e Africa do Sul pertencem a lista de paises aonde oficialmente será comercializado este produto, o que é normal dado o poder de compra real destes países Africanos.

Todo e qualquer Iphone comercializado em Angola, obvio que se Angola nao consta desta lista será ile… nao preciso de dizer, ja que Iphone existe até em qualquer bairro de lata pelo mundo afora, se comprado da AT&T e desbloqueado ilegalmente, ou roubado pelos mesmos gregos que perambulam em Luanda e vendido por 100 USD na rua, nao interessa, o que se pode dizer é que nao vale a pena sonharmos, aquele suposto representante da Apple que eu vi na foto do JA, nao devia estar a falar a sério se é que alguma vez o coitado meteu os pes em Cuppertino, porque se Jobs ouve isso é bem capaz de ficar com enjoo.

Vemos nas ruas de Luanda, pessoas a estilarem-se com telefones caros que nao conseguem usar nem 40% das reais capacidades dos mesmos, ou porque nao é possivel porque as operadoras nao permitem ou por causa do custo alto dos mesmos, a maior parte deles foi pura e simplesmente roubado e até causou morte a pessoas inocentes e daí vendido a uma bagatela pelo arruaceiro que teve o azar de nunca ter sido educado pelos seus país e merece um bom corretivo no Bentiaba.

Entao porque nos empolgarmos por um produto que não serve para nós? Nao acho que este produto vá custar um dia em Angola os tais 199 USD que nos EUA, a nao ser que haja um milagre financeiro, porque senao pergunte aquele empresario que vende aquele Iphone ilegal da AT&T, se não é uma ilusao vender um produto que apenas vende 3 por semana, e que nao possui conserto porque é ilegal e nao possui componentes sobressalentes.