As liçoes do professores do IST (II)

Este artigo é uma continuação do primeiro.

O segundo professor a deslocar-se a Angola foi o professor Dr Luís Manuel Correia igualmente do IST e do IT/Portugal. O professor Luís Manuel Correia é um dos maiores estudiosos Portugueses no ramo das comunicações moveis, cadeira que lecciona desde o inicio dos anos 90, tendo publicado já 3 livros em relação a comunicações moveis, um deles envolvendo 4G, além de dezenas de artigos científicos e de ter liderado implementações COST/Telecom (European Cooperation in Science and Technology) que para quem não sabe, cria padrões, regulamentos, recomendações técnicas e documentação a serem usadas na Europa. Lidera ainda o grupo de pesquisas em comunicações sem fio do IT/IST.

A disciplina de Sistemas de Telecom II é uma daquelas cadeiras que se apresentam como difíceis, por abordarem assuntos variados. O programa leccionado foi:

Distribuições Estatísticas em Telecomunicações
Modelos de Propagação
Antenas para Bases e Móveis
Caracterização do Canal Rádio
Redes Celulares
Interface Rádio
Sistemas de Rádio Móvel Privado
Mobilidade e Tráfego
Dimensionamento Celular
Outros Sistemas

Ressalte-se a frontalidade com que o mesmo aborda os assuntos. Usando piadas quando necessário, mas na hora do trabalho, gosta mesmo que os alunos trabalhem, além da pontualidade com que se faz presente as aulas. Aulas estas que depois eram em regime bi-diario, portanto um verdadeiro massacre.

Já no fim do seu programa concedeu uma palestra bastante concorrida no auditório da UCAN, abordando novas tecnologias. Quem assistiu a esta palestra saiu dali satisfeitissimo, podia-se mesmo notar isso no semblante da plateia que ficou maravilhada com a sua desenvoltura ao palestrar e o seu a vontade no tratamento de assuntos técnicos.

Dele ficou o aprendizado em relação a seriedade com que se deve abordar os desafios em engenharia. Um professor quando é pontual passa um grande exemplo aos alunos. Pode parecer brincadeira, mas é verdade.

Até em Angola so se fala no Facebook. Porque razao?

As ultimas analises que tenho feito em Angola, dão conta duma provável ‘mbaia’ a ser aplicada a rede Hi5 pelo Facebook. É que já ninguém pode esconder o crescimento do Facebook em Angola. Já ninguém pode esconder as dificuldades maiores em se usar o Hi5. O Facebook é mais rápido é mais funcional é mais limpo, é mais social, é mais usável.

Esta rapidez e maior facilidades do Facebook, entretanto, é um encapsulamento que esconde um grande esforço financeiro para manter uma equipe de engenharia que aposta em tecnologias abertas para conseguir manter e escalar uma plataforma que serve sem interrupções mais de 500 milhões de usuários no mundo todo 24h por dia 7 dias por semana todo ano.

A razão porque o Hi5 não consegue manter uma webapp mais funcional que o Facebook parece ser o facto de ter apostado em Java como frontend. De facto o Java em si, introduz robustez do lado do servidor, por outro lado ‘reclama’ um grande esforço para as aplicações clientes dos usuários, o que dá a falsa sensação de ‘pesado’ por parte do usuário.

O Facebook fez o contrario: Usou tecnologias (consultar fontes abaixo) web, triviais como PHP que não exigem grande esforço do lado dos clientes e reforçou o lado do servidor com técnicas de cache, softwares de escalabilidade de grandes blocos de dados, customizacao de aplicações servidoras, etc.

Isso não significa que o Facebook não utilize outras linguagens e plataformas. Eles usam. Mas usam apenas onde necessário. Tal como o pessoal da Google e do WordPress. Ao invez de recorrerem ao padrão, recorrem a necessidade e por isso conseguiram bons resultados.

Angola, naturalmente irá seguir este caminho de adopção rápida do Facebook. Com o crescimento surpreendente que tem registado até agora, é possível que dentro de pouco tempo tenhamos numeros muito próximos ou mesmo maiores que o Hi5. Talvez por isso a rede UNITEL com mais de 6 milhões de clientes tenha prometido para terça-feira o lançamento do Facebook SMS, um serviço que promete aos usuários com telemóvel acederem a partir do telemóvel o Facebook e poderem realizar diversas operações no Facebook com o envio de mensagens SMS.

Fontes:

Tecnologias usadas pelo Facebook: http://www.makeuseof.com/tag/facebook-work-nuts-bolts-technology-explained/

 

UNITEL estende o seu cabo de fibra optica

Aí está a prova (Frente ao edificio ESCOM, na Marechal Broz Tito, Cruzeiro):

Por outro lado, iguais a esta podem ser observado por praticamente todo municipio das Ingombotas, nao sabendo entretanto se já foi estendida para municipalidades proximas.

Unitel lança serviço MMS

Luanda – A Unitel, operadora de telefonia móvel em Angola, põe a partir de hoje (quarta-feira) à disposição dos usuários da rede 92 o serviço de Mensagens Multimédia (MMS), que permitirá aos clientes enviar e receber mensagens com imagens, fotografias, sons, vídeos e textos mais longos.

De acordo com documento da operadora a que a Angop teve hoje acesso, os mais de 700 mil clientes Unitel que já possuem telemóveis compatíveis com o serviço de MMS – que integrem as tecnologias GPRS, EDGE, 3G ou 3,5G – podem configurar automaticamente esta nova funcionalidade, aceitando uma Mensagem de Escrita (SMS), enviada pela operadora.

Os clientes que não receberem as mensagens de configuração, por terem estado ausentes ou com o telemóvel desligado, podem solicitar a activação do serviço ligando para o serviço de apoio ao cliente, acrescenta o documento.

Segundo a nota, caso o telemóvel não suporte o serviço MMS, as mensagens poderão ser visualizadas no site http://mymms.unitel.co.ao/mmbox/otp.html, onde se encontra disponível informação sobre os procedimentos a seguir.

As MMS podem ter um tamanho máximo de 300 kb ao preço unitário de Akz 45 para as mensagens de música (sons) fotografias e de Akz 70 para as mensagens de vídeo. A recepção de MMS é gratuita. Nos dias 24, 25 e 31 de Dezembro deste ano e um de Janeiro de 2009 as MMS são taxadas a um preço simbólico de nove kwanzas cada.

Fonte: Angop

Phishing Scam Nigeriano ataca UNITEL

O Scam (ou phshing scam), já sabemos como ele é: Repetitivo, chato e as vezes temos de admitir, funciona na perfeiçao. Desta vez escolheram uma nova vitima: A operadora Angolana de telefonia celular GSM UNITEL. Alguns clientes desta operadora começaram a receber mensagens com propostas e ofertas comerciais, supostamente pedindo dados confidencias como numero de conta bancaria etc.

Alguns usuarios podem se perguntar como alguem conseguiu seu numero de telefone. Simples, por meio de força bruta com um software que gera numeros de telefones que acreditemos sao muito faceis de gerar, ou por meio duma lista fornececida por alguem interno, segunda possibilidade esta menos viavel. Para ser mais dificil o rastreio talvez as chamadas estejam a ser realizadas do exterior (lembramos que mesmo aqui na zona do aeroporto chamadas com telefones do Congo Democratico para numeros de operadoras Angolanas sao feitas pagando uma bagatela irrisoria, daí que nao é tao caro como se possa pensar) com auxilio dum software disparador algo facil de programar ou até mesmo de encontrar no organizado mercado de fraudes.

Cabe a UNITEL como operadora que é tomar as medidas necessarias para dirimir esta situação.

OBS: Eu uso telefone da operadora Movicel, nao que tenha algo contra a UNITEL, mas antes levar uma ‘galheta’ do que entregar telefone do meu esforço a um bandido frustrado.

O que é phishing scam?

Em computação, phishing é uma forma de fraude eletrônica, caracterizada por tentativas de adquirir informações sensíveis, tais como senhas e números de cartão de crédito, ao se fazer passar como uma pessoa confiável ou uma empresa enviando uma comunicação eletrônica oficial, como um correio ou uma mensagem instantânea. O termo Phishing surge das cada vez mais sofisticadas artimanhas para “pescar” (do inglês fish) as informações sensíveis dos usuários.
Fonte: Wikipedia

Movicel mete no ‘kafokolo’ autor do boato sobre vírus mortal

O autor do boato que insinuou a existência, em Angola, de um vírus electrónico susceptível de causar a morte de utentes de telemóveis, ao atenderem uma chamada telefónica, foi descoberto pela Movicel, operadora de telefonia móvel que admite a possibilidade de levar o caso à justiça.

Segundo o director executivo adjunto da Movicel, Feliciano António, o “autor da brincadeira está identificado e pode, inclusive, vir a ser notificado judicialmente”. Acrescentou que o indivíduo já se retractou e confessou tratar-se, apenas, de uma brincadeira.

Mais

E um suposto virus que mata pelos telefones

VirusAnda por ai a correr um boato em Luanda dum suposto virus que mata pelos telefones das operadoras Unitel e Movicel. Os ‘boateiros’ dizem que se voce telefona para aquele numero, imediatamente pode morrer.

Confesso que quando ouvi isso fartei-me de rir, mas entendi logo, a ignorancia tem destas coisas, lembro-me bem ainda durante o ensino medio dum colega meu que perguntou-me se virus era o quê? Um bicho? perguntou ele. Aí eu tive de o explicar basicamente a ele que nao é nada mais nada menos que um programa normal de computador com funções que podem causar danos ao sistema operativo.