8 razões para migrar de asp para asp.net

    Não tem sido fácil o trabalho de migração de aplicativos de asp, para asp.net, e digo isso porque eu ‘sinto-o’.  Ainda não são muitas (são alguns milhares) as aplicações principalmente apps independentes criadas segundo as necessidades de cada cliente. Com asp era apenas ler durante 2 dias escrever no 2º dia, pegar um componentes se necessário, testar a base de dados, e coloca-lo a correr.
Com asp.net é um “bocadinho” diferente, ‘monsieur and madame’ porque dentro de uma pagina asp.net existe código em hipertexto e em alto nível, o que significa que você vai ter de dominar vb.net ou C# (eu uso  C#).

E dia surge outro problema: VB.Net não é VB 6.0, ou seja são  coisas totalmente diferentes, VB.Net não é aquela confusão de linguagem  imatura de criança como era VB 6.0 (eu nunca gostei de VB), o que  permitia com razão aos programadores de Java se gabarem da sua  linguagem, ela virou uma linguagem com todos os recursos de OOP, uma  maravilha embora eu mesmo prefira a <<versatilidade>> de C#, que me dá  uma sintaxe muito próxima a Java e C++, mas com alguns pequenitos  recursos a mais como é o caso das ‘Jagged arrays’.

Tenho usado  propositadamente asp.net e C# na criação e aprimoramento do meu CMS oardina  que já vai rodando em alguns sites (matéria para edições a frente), e sinceramente tenho me surpreendido com a rapidez de  desenvolvimento adoptado, por isso aqui vão alguns motivos para migrar  de asp simples para asp.net:

(1) Separação do código hipertexto do de alto nível.

(2) Quase dispensa o uso de componentes de terceiros(ex: upload, smtp, pop3).

(3) Suporta por defeitos diversas funcionalidades necessárias ao  programador(grelha de dados, repetidor, lista de dados, etc).

(4) Suporte a todos os recursos de OOP, sem excessão.

(5) Segurança por defeito (suporte ‘like’ a encriptação e HASH  com SALT, prevenção de inserção de
código malicioso através de requisições, etc)

(6) Fácil criação e consumo Web Services

(7) Suporte nativo a XML

(8) Suporte nativo a todos motores de base de dados

Existem claro, muitas outras funcionalidades e propriedades que  fazem de asp.net ‘ouro sobre azul’, evidente que para isso é necessário dar um pouco no duro, mas vale a pena o esforço, tente e não se  arrependerá.

Google Maps ou Virtual Earth?

A moda de vasculhar imagens via imagens de satelite e mapas parece estar a pegar. Depois do Google  ter mostrado mais uma vez que não é a toa que colocou um laboratorio em Bengalore(India) e lançar o Google Maps, a Microsoft  mostrando
que não perdeu o espirito de concorrencia lançou o Virtual Earth. O da google parece estar mais completo. Procure por Angola e Luanda e terá bons resultados. Pelo Virtual Earth só mesmo cidades importantes. Procure por Alabama.
Cheque os dois a seguir:

http://maps.google.com
http://virtualearth.msn.com/

Ela é fera

Quando eu vi esse site pensei estar a frente dum especialista em designer Web profissional, e realmente estava mais é duma mulher e tem apenas 21 anos. Recomendo tem themes, Walpapers e muitas coisas interessantes para quem quer uma pagina bonita. E mais o grupo dela no Yahoo Groups tem membros de fazer invejar muito macho. Confira: http://www.vickys.cjb.net/