A virtualização nas redes de computadores

A primeira vez que vi algo relacionado a virtualização, foi em 2006. Pela primeira vez em minha vida observei um Windows Server 2003 a rodar em cima dum outro sistema operacional com VMWare. De lá para cá, as tecnologias de virtualização não param de acontecer, muito em parte por causa do advento (hype??) do cloud computing. É que na minha opinião, hoje se temos cloud, devemos agradecer as tecnologias de virtualização. A tempos para me ‘desenferrujar’ fiz um curso de database genérico, e para aulas práticas bem podia ter baixado e instalado um Oracle 9i/10i/Xi da vida no meu computador. Em vez disso fiz uma inscrição no excelente Amazon S3, criei uma instância via browser, loguei com o cliente e já está. Esta facilidade de criar uma database ‘la do outro lado do mundo, como se estivesse desse lado’, não seria possível sem a tecnologia de virtualização. É uma diminuição brutal de custos, consequente aumento de produtividade, eficiência e de segurança (com criação de snapshots).

De olho nesse nicho, os gigantes de equipamentos e tecnologias de redes não perderam tempo e começaram a lançar também eles, produtos virtualizados. A Cisco por exemplo, a muito que possui tecnologias de virtualização, a saber VLAN’s, VSS, VSAN, VRF, StackWise, etc, para citar apenas alguns exemplos. No entanto ela não tinha ainda uma gama ‘seria’ de appliances que pudessem despertar a atenção do mercado. Bom, isso já não constitui preocupação com a existência de maravilhas como o Virtual Router CSR 1000V, onde é possível ter (não simular ter) varias instâncias dum ‘roteador’ (‘roteadores’ virtuais) físico. Isso na minha opinião é mais do que viável financeiramente para instituições que são operacionalmente escaláveis.

Imagem

Eu sinto que ainda tenho algumas duvidas quanto a essa matéria de encaminhadores (‘roteadores’) virtuais. No entanto deixo dois documentos com vocês. O primeiro [1] é da cisco e fala exactamente do Cisco CSR 1000V e o segundo [2] é da ‘insuspeita’ Brocade que também apresenta uma solução de Virtual Router o Vyatta que segundo eles é superior ao VMWare Virtual Switch.

[1] – http://www.cisco.com/en/US/prod/collateral/routers/ps12558/ps12559/csr_1000v_3.pdf

[2] – http://www.brocade.com/downloads/documents/white_papers/segmenting-virtual-networks-wp.pdf

2 pensamentos sobre “A virtualização nas redes de computadores

  1. Pingback: Quer construir seu proprio ‘roteador’? Use o NetFPGA | Switching News Network Angola (SNN Angola)

  2. Pingback: Configuração de Virtual Route and Forwarding (VRF) Lite em roteadores Cisco | Switching News Network Angola (SNN Angola)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s