Os 10 maiores hackers da Decada 2000-2010

Não vou entrar em discussões desnecessárias sobre o que é um hacker ou cracker. Para mim hacker/cracker é quem ataca, quebra e ponto final.

Em condições normais esta lista seria feita em 2009. Contudo se analisarmos que 2010 é um numero mais relembrativo que 2009 faz todo sentido que assim seja.

A metodologia usada é baseada não necessariamente na mediatização, mas muito mais no impacto dos actos em si. E na minha opinião são os seguintes abaixo listados:

David Litchfield – Ex-atleta e formado em zoologia, este Inglês é reconhecido como uma das autoridades mundiais em segurança de Bases de Dados e servidores Windows. Meteu os tipos da Oracle a correr dum lado para outro quando descobriu centenas de falhas no Servidor de Base de dados da mesma, o mais usado do mundo. Fez mais ao encontrar mais de 492.000 servidores de bases de dados Oracle e SQL Server acessiveis a partir da Internet sem qualquer protecção de Firewall. O worm Slammer que se espalhou em servidores SQL Server da Microsoft foi ‘graças’ a uma das 24 falhas que o mesmo descobriu em pouco tempo. Quando o Windows Server 2003 foi lançado a Microsoft ‘reclamou’ o sistema como inviolável. David quebrou esta inviolabilidade.
Considerado por muitos como o pai do SQL Injection, publicou inúmeros papers aquando da sua vigência como owner da NGSSoftware e empregado na @Stake. Em 2003 foi considerado o melhor caçador de bugs do mundo, em 2008 empreendedor do ano.

Barnaby Jack – Até poderia passar em branco nesta lista, não fosse ter descoberto formas de ataques em caixas ATM e criação de rootkits para as mesmas.

Segundo Barnaby, as ferramentas que ele criou para hacking em ATM são de tal forma fáceis de usar que até mesmo uma criança poderia usa-la, contrariando a dificuldade conhecida em se atacar caixas ATM.


Chris Paget
– Outro que também podia ser descartado pela nossa lista, não fosse o facto de ter descoberto como interceptar chamadas GSM.

Dan Kaminsky – Em 2008 descobriu falhas em servidores DNS entre os quais o muito usado BIND, o que por si só permitira a um atacante transferir tráfego Internet para onde quisesse.

O estrago poderia ter sido muito grande não fosse a responsabilidade com que se efectuaram patches em provedores de grande dimensao.

 

HD Moore – Quando ouvi falar dele a quase 10 anos, era já conhecido pela ‘scene’, mas sem muita significância, até ter criado o Metasploit, uma estranha framework que permite executar exploits duma forma muito mais facilitada. Nas mãos dum utilizador médio, o Metasploit é uma arma poderosíssima, que o digam os sites atacados por meio do Bug do DNS descoberto pelo Kaminsky e disseminado pelo HD Moore via Metasploit.

 

 

Dino Dai Zovi – Este também é outro que poderia não estar nesta lista, mas está por um motivo muito claro: Antes dele o MAC ‘era uma vez um sistema muito seguro chamado MACINTOSH’. Dino no concurso PWN2OWN na CanSecWest 2007, provou que não era bem assim.

 

 

 

 

 

Samy Kamkar – Ninguem na prática, acreditava em worms pela web. Samy mostrou que era possível criando um worm que no myspace espalhou-se dum jeito tao impressionante que em menos de um dia já um milhão de pessoas no myspace haviam sido infectadas, embora fosse um worm completamente inofensivo. Hoje percorre o mundo em palestras sobre segurança web.

 

 

 

Jeremiah Grossman – Dispensa apresentações. Uma das maiores autoridades de web security. Considerado um dos criadores do conjunto de tecnicas de ataque conhecidos como XSS ou Cross Site Scripting.

 

 

 

 

 

Phenoelit – É um dos melhores grupos de hackers da Alemanha. Sempre que aparece, publica novidades em ‘exploitaçao’ de equipamentos de hardware com ênfase em roteadores. Felix ‘FX’ Lindner o seu mais notavel membro é conhecido por palestrar em diversos assuntos que envolvem segurança de roteadores Cisco, impressoras HP e telemoveis Blackberry.

 

 

 

 

 

Gary Mckinnon – Não sei ao certo o que fez este escocês. Diz-se que é o maior hacker do mundo, acusado de penetrar em 97 computadores da NASA e das forcas Armadas dos EUA. Aguarda extradição aos EUA.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s