VTP: Vlan Trunking Protocol II

Na primeira parte deste artigo deu-se uma introdução básica sobre o protocolo VTP. Importa perguntar: Como o protocolo VTP funciona? Este protocolo funciona por meio do trunking, e se funciona por meio do trunking logo exige que seja encapsulado por meio dum protocolo de trunking seja ele ISL ou Dot1Q. Aqui nos baseamos no ultimo. Depois de encapsulado as informações de VTP num cabeçalho Dot1Q, teremos o seguinte formato:


Cabe aqui referenciar alguns elementos deste cabeçalho:

DA – Destination Address – O VTP usa o endereço multicast 01-00-0c-cc-cc-cc.
LLC – Contem o Destination Service Access Point (DSAP) ou o Source Service Access Point (SSAP) para o valor do AA.
SNAP – Contem um OUI composto pelos valores AAAA e o PID (type) igual a 2003.

VTP Header
– Tendo em conta que o cabeçalho VTP é dinamico o seu conteudo pode mudar, mas nao varia muito dos seguintes itens:

Domain Name – Identifica o dominio administrativo.
Domain Name Length – Tamanho do dominio administrativo.
Version – Pode ser VTP1, VTP2 ou VTP3. O comutador 2960 apenas suporta VTP1 e VTP2.
Configuration Revision Number – Identifica a Revision Number em uso no comutador.

VTP Message Type – Dependendo do tipo de mensagem ele pode variar e conter os seguintes campos:

No proximo artigo analisaremos em detalhe os campos VTP Message Type.

4 pensamentos sobre “VTP: Vlan Trunking Protocol II

  1. Pingback: VTP: Vlan Trunking Protocol III « Nataniel. Notes about IT in Angola

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s