EIGRP: Métricas, AD, FD e Feasible Sucessor

O EIGRP é um protocolo de roteamento que combina caracteristicas de vetor distancia com link state, portanto é um protocolo híbrido com uma distancia administrativa de 90. O EIGRP usa diversas metricas para determinar o melhor caminho até ao destino tais como a largura de banda e o delay sendo nao recomendado o uso de outras metricas para além destas duas.

O processo de selecção de rotas no EIGRP passa por meio de 3 tabelas:

A tabela de vizinhanças que contem informações de todos os vizinhos conectados ao roteador, a tabela de topologia que contem informações detalhadas da rede (uma visao geral) e armazena informações sobre a AD (Advertised Distance) metrica informada pelo roteador vizinho para alcançar a rede destino e a FD (Feasible Distance) ou Sucessor route, metrica usada pelo roteador em analise para alcançar o roteador vizinho mais a AD.

Com essas informações em posse o roteador está em capacidade de determinar qual a melhor rota para um determinado pacote e essa rota é baseada sempre na menor metrica da tabela de topologia.  Escolhida esta metrica na tabela de topologia (a menor FD) a sua rota é entao adicionada a tabela de roteamento. Depois de escolhida a FD o roteador trata de escolher a Feasible sucessor, caso a sucessor route falhe por algum motivo. Uma rota só poderá ser Feasible Sucessor se for menor que a FD da sucessor route.

Se o roteador notar que a rota sucessora falhou ele verifica se existe uma Feasible Sucessor e entao substitui a Sucessor route pela Feasible sucessor. Se não exisitir, entao a rede entra num processo de recomputação de rotas para se determinar a melhor metrica, como já explanado acima.

Na figura abaixo o roteador one pretende alcançar a network a. Como o fará visto que existem 2 rotas possiveis? Despreza-se aqui, o balanceamento de carga.

O roteador one calcula a menor FD (o processo de calculo é aqui desprezado) ou sucessor route dos dois roteadores: o three e o four. o three e o four anunciam as suas metricas (AD) para o one como sendo 307200. Por isso, Considera-se b como a AD entre os roteadores three e four e d como o delay. Suponhamos que depois de calculadas as metricas a FD entre o roteador one e o roteador four seja 46277376 e a FD entre o rotedor one e o rotedor three seja 20307200.

Como 20307200 é menor que 46277376 então a rota entre one e three é escolhido como a sucessor route e a rota entre one e four é escolhida como a feasible sucessor route apenas porque a sua AD é menor que a FD actual.

Se o link entre one e three falhar, nao existirá um processo de recomputação, mas a feasible sucessor route passará a ser a sucessor route.

3 pensamentos sobre “EIGRP: Métricas, AD, FD e Feasible Sucessor

    • Respondendo o Thiago Rossi: Você tá de brincadeira seu vagabundo sem vergonha, procure na internet, tem milhares de citações sobre essa dúvida. Preguiça mata!!!

  1. Pingback: EIGRP: Analise de FD, AD nas tabelas de topologia e roteamento. « Nataniel. Notes about IT in Angola

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s