CIDR: Determinando a mascara mais aproximada as necessidades

A criação de super-redes deve obedecer aos critérios mais rigorosos no que tange a alocação de blocos. Escolher mal a mascara de supernetting pode levar a desperdícios desnecessários. Assim, por exemplo suponhamos que uma empresa X necessita de 1.000 hosts e necessita de determinar a mascara de supernetting necessária para tal. Alguém sugere uma mascara de supernetting /21. Daí pergunta-se: Serve?

Vejamos: Como é supernetting trabalhemos na classe C ou octecto 3 (255.255.255.0). Neste caso como 255 = 8 bits em binário então /24 – /21 = /3 e 2^3 = 8.

Teremos então 8 blocos de classe C. Mas como 2^8 = 256 e 256×8 =  2048 então /21 não serve porque teremos um desperdício de 2048 – 1000 endereços.

Tentemos um /22.

/24 – /22 = /2 e 2^2 = 4

Teremos então 4 blocos de class C. Como 2^8 = 256 e 256×4 = 1024 então /22 e bloco ‘mais apropriado’ para atender as necessidades da empresa X.

OBS: Mascara de supernetting = 255.255.192.0

Um pensamento sobre “CIDR: Determinando a mascara mais aproximada as necessidades

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s