Magalhães PC em Angola, ou a velha estoria dos UMM?

Uma coisa nao entendo. Porque razão é que sempre que alguma coisa a ver com tecnologia em Portugal sai da toca, imediatamente torna-se Angola um destino, e não países mais avançados?

Curiosamente hoje fala-se do Intel ClassMate (foto a esquerda), NetBook da Gigante do Hardware, Intel que estranhamente tem um nome diferente em Portugal, sabem qual? Pois, Magalhães (foto a direita)!

Foi uma jogada de mestre da Intel que ao licenciar a produção do seu NetBook a JP Sá Couto/Prológica de Portugal que apenas faz a montagem do hardware e a tradução do software  para lingua Portuguesa (até mal feita por sinal) possibilitou que o mesmo fosse vendido a países antes impensaveis como já noticiamos aqui. É claro que na Europa ninguem iria comprar um produto a Portugal quando poderiam discutir a preços mais acessiveis directamente com a Intel como fez a Nigeria, por exemplo.

Duma coisa tenho a certeza: Mesmo em Portugal, ninguem acredita nesta ‘estoria’ do Magalhães, e é claro Angola está longe de ser Portugal, porque senão nao teriamos sido dos poucos países onde os famigerados UMM Alter, conseguiram vender-se.

3 pensamentos sobre “Magalhães PC em Angola, ou a velha estoria dos UMM?

  1. [quote] “Uma coisa nao entendo. Porque razão é que sempre que alguma coisa a ver com tecnologia em Portugal sai da toca, imediatamente torna-se Angola um destino, e não países mais avançados?”[/quote]

    Eu também não consigo entender isso, será que quem permite a entrada desses “Projectos” não conhece opções melhores.

    E não vejo vantagens em trazer o “Magalhães” para aqui, há muitos computadores melhores e garanto que a preço melhores(ahm e sem erros!)

    E quanto aos UMM, já nem me lembrava deles :) só espero que tenham sido todos extintos.

    • Já agora porque razão é que o amigo diz que os UMM já deviam ter desaparecido ?
      Se fosse portuguès puro e soubesse um pouco de história retraía essa lingua daquilo que não sabe.
      Foi graças aos políticos e mais ao Sr Cavaco que se perdeu uma industria nacional promisora que com o seu encerramento por falta de apoios vingou a importação de veiculos do estrangeiro.
      Ou o amigo não sabe que o Vitara, o Jeep, e outros entraram em Portugal quando a UMM fechou ?
      Por acaso já viu as fotos dos prototipos do UMM alter 3 que não chegaram a ser fabricados por causa da prometida ajuda do Estado que nunca chegou ?

      Enfim! Ainda se duvida de haver portugueses de 2ª!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s