“Rei do Spam”, foragido desde domingo, é encontrado morto

Edward “Eddie” Davidson, conhecido como “Spam King”, foi encontrado morto ontem, ao lado dos corpos de sua esposa e sua filha de 3 anos. Uma testemunha do crime foi baleada e está em estado grave. Davidson cumpria pena de 21 meses de reclusão por fraude em correio eletrônico e sonegação de impostos e estava foragido desde domingo.

Segundo o site Beta News, o ferimento no peito de Davidson foi auto-infligido, indício de que tenha se suicidado. Sua mulher, Amy Lee Ann Hill, de 29 anos, e a filha do casal de apenas três anos foram encontradas já sem vida.

Possível testemunha dos assassinatos, uma adolescente não-identificada conseguiu fugir e avisar as autoridades, mesmo tendo levado um tiro na nuca. A jovem foi levada para o Hospital da Universidade do Colorado e seu estado é muito grave. Todas as vítimas foram alvejadas com tiros de espingarda. Além da possível testemunha, no banco de trás do furgão foi encontrado um garoto sem ferimentos. Segundo o Seattle Times, ainda não se sabe qual a ligação entre os dois menores e Davidson.

Davidson cumpria pena desde maio. No domingo, conforme já noticiado anteriormente, fugiu pela porta da frente do presídio e segundo testemunhas teria passado em casa, trocado de roupas e desaparecido em seu carro. O foragido estava sendo procurado por oficiais do FBI, IRS e US Marshals quando a polícia recebeu a denúncia de disparos na pequena cidade de Bennet, no Colorado, na quinta-feira de manhã.

Davidson possuía uma empresa chamada “Power Promoters”, que funcionou entre 2002 e 2007. Entre outras coisas, a empresa do spammer fazia uma espécie de “email marketing”. Seus clientes eram microempresas americanas de pouco capital que se beneficiavam da farta propaganda que o spam pode proporcionar. As informações veiculadas por Davidson sobre o valor de mercado e ações dessas microempresas também eram falsas. Como se não bastasse, os cabeçalhos de seus emails eram forjados com dados falsos para impedir sua identificação, o que configura falsidade ideológica.

Após sua prisão em 2007, o IRS, órgão do Tesouro dos Estados Unidos responsável pelo imposto de renda americano, descobriu que Davidson sonegou mais de US$ 3,5 milhões em impostos federais. Segundo o site VNunet, além da prisão, Davidson teve seus bens confiscados pelas autoridades e ainda foi multado em US$ 714 mil.

Fonte: Yahoo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s