Yahoo anuncia acordo comercial com o Google

Os esforços do Yahoo de retomar as negociações com a Microsoft chegaram ao fim, sem sucesso, abrindo espaço para a empresa de internet fechar uma parceria com o concorrente Google. A notícia fez com que os papéis do Yahoo caíssem ontem 10,1% na bolsa eletrônica Nasdaq, no momento em que os investidores abandonaram a esperança de que os esforços da Microsoft para comprar o Yahoo, que se arrastaram por quase cinco meses, teriam um resultado favorável.

O Yahoo e o Google anunciaram um acordo não-exclusivo em publicidade para buscas, que pode gerar até US$ 800 milhões em receitas anuais. A parceria prevê que o Yahoo poderá veicular anúncios fornecidos pelo Google ao lado de seus próprios resultados de busca e em alguns de seus sites nos Estados Unidos e no Canadá. O Yahoo decidirá que anúncios vendidos pelo Google irá mostrar e ao lado de que termos de busca.O acordo tem quatro anos de duração, com opção de renovação por um período de até 10 anos.

A reação dos investidores ao fim das negociações com a Microsoft vem num momento ruim para o Yahoo e seu conselho. A empresa tenta combater um motim de investidores liderado pelo bilionário Carl Icahn, que quer destituir o conselho por causa da maneira como foram conduzidas as negociações com a Microsoft.

O destino do conselho do Yahoo será decidido na reunião anual marcada para 1º de agosto. A empresa de internet tentou convencer a Microsoft a retomar sua oferta de US$ 47,5 bilhões, ou US$ 33 por ação, mas a empresa de software não quis oferecer uma quantia tão alta novamente, segundo comunicados das duas empresas.

O presidente da Microsoft, Steve Ballmer, retirou uma oferta oral de US$ 33 por ação depois de o presidente do Yahoo, Jerry Yang, ter pedido US$ 37 por ação em um encontro em 3 de maio, no aeroporto de Seattle. Logo depois disso, a Microsoft tentou convencer o Yahoo a vender somente sua operação de buscas. Mas o Yahoo concluiu que seu mecanismo de busca – o segundo mais popular, depois do Google – era muito importante para ser vendido separadamente.

O Yahoo informou que a Microsoft se recusou a comprar toda a empresa em um encontro no domingo. Sem explicar a lógica, a Microsoft informou acreditar que um acordo envolvendo o mecanismo de busca do Yahoo traria mais valor à empresa de internet.

Fonte: Yahoo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s