Monges usam Hi5 para se relacionar com mulheres

Medidas estão sendo tomadas para que monges budistas parem de utilizar sites de redes sociais para flertar com garotas, noticiou o site InformationWeek.

A preocupação com o assunto surgiu após notícias de que a polícia da Tailândia está investigando um caso de estupro supostamente cometido por um monge que supostamente usou a internet para atrair sua vítima.

Segundo o site Bangkok Post, o primeiro ministro Jakrapob Penkair ordenou que o ministério de Informações, Comunicações e Tecnologia (na sigla, ICT) monitore o uso da rede social online Hi5, e o bloqueio do acesso ao site no país está sendo considerado.

Um ministro pediu aos operadores da redes social que monitorem os monges e que eles sejam banidos. Solicitou também a outros usuários que não interajam com monges que estejam agindo de maneira inapropriada.

O budismo é a religião predominante na Tailândia e um dos preceitos a serem seguidos para se tornar um monge é o celibato. Para Jakrapob, o que vem acontecendo é triste e mostra uma deterioração na religião.

Hoje, o site Hi5 agrega mais de 70 milhões de usuários em 250 países, sendo a terceira maior rede social no mundo, com 800 mil membros na Tailândia. Em uma página sobre segurança, o site recomenda que os usuários tomem cuidado com estranhos e que, caso decidam encontrar alguém que conheceram online, façam-no em local público e na presença dos pais ou responsáveis.

Fonte: Yahoo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s