Estados Unidos destróem satélite espião à deriva

HONOLULU, EUA (AFP) – Um míssil lançado a partir de um navio de guerra norte-americano interceptou com sucesso um velho satélite espião dos Estados Unidos à deriva, para evitar, segundo o governo, que o mesmo caísse na Terra com o tanque cheio de combustível altamente tóxico.

“Aproximadamente às 10h26 de hoje (00h26 desta quinta-feira em Brasília), o ‘USS Lake Erie’, um navio de guerra da classe Aegis, disparou um míssil tático 3 que atingiu o satélite”, informou o Pentágono em um comunicado.

O satélite espião, do tamanho de um ônibus, estava à deriva e seu tanque continha hidrazina, um combustível para os motores dos satélites altamente tóxico.

O governo norte-americano indicou que o míssil foi lançado para derrubar o satélite espião e proteger a população, já que a hidrazina ataca o sistema nervoso central e pode ser mortal em fortes doses.

O governo de George W. Bush advertiu que sem esta iniciativa, o satélite avariado chegaria à atmosfera terrestre no dia 6 de março e cairia em um ponto imprevisível.

Um alto funcionário do Pentágono afirmou que o míssil parecia ter destruído o depósito de combustível que continha a hidrazina.

Mais

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s